O Poder da Experiência da loja de brinquedos ao campo de futebol

LOJA DE BRINQUEDOS AO CAMPO DE FUTEBOL

O poder da experiência da loja de brinquedos ao campo de futebol, saiba o quanto ela é percebida.Você sabe mensurar a qualidade da experiência oferecida aos seus clientes.

Esse foi o ponto chave debatido durante o World Retail Congress – WRC, evento onde varejistas do mundo inteiro se reuniram para trocar experiências e como cada marca faz para cativar e seduzir seus clientes.

Através da venda, tendo como objetivo a sua volta, de acordo  com suas experiências dentro de suas lojas físicas.

ATENDIMENTO

Três grandes potências de setores completamente distintos se uniram para falarem sobre atendimento ao cliente e o papel do digital, na relação entre o comercio e o cliente.

Green, CEO da Indochino – marca de roupa masculina, Silvio Vigato, head da Juventus e Simone Sweeney, vice-presidente de desenvolvimento de varejo da Lego, estiveram lado a lado para falar sobre inovação.

Simone Sweeney, afirma que as lojas da Lego são pensadas para criar experiências para crianças de 06 anos. Segundo Sweeney é muito importante identificar quem são os consumidores, além de entender quais os perfis de pessoas que consomem a marca.

Não é incomum ver dentro de suas lojas compradores entusiasmados com as infinitas possibilidades de construção e desconstrução dos lendários tijolinhos da Lego.

QUEM É SILVIO VIGATO?

Silvio Vigato, da Juventus, famoso time de futebol italiano, explica que existe um conjunto de fatores emocionais que ligam a marca aos seus torcedores.

O Executivo afirma que abrir lojas tem que fazer sentindo e assim, a marca promove experiências únicas aos torcedores, como tarde de autógrafos ou mesmo brincadeiras de videogames, interagindo torcedores e jogadores em seus pontos de vendas.

Um ponto que me chamou atenção foi quando Simone diz que promove uma série de pesquisas de feedback da Lego para que seus clientes apontem como as lojas devem mudar para que suas experiências melhorem.

E aí é que eu ressalto o que Simone afirmou; ‘a experiência precisa ser monetizada e monitorada para que depois ela possa ser mensurada’.

E agora eu lanço para você uma pergunta:

COMO O DIGITAL COLABORA PARA A EXPERIÊNCIA?

Vigato afirma que é no digital onde ocorre um diálogo de seus torcedores e suas experiências vividas nas lojas da Juventus.

Ele comenta que os próprios jogadores ajudam a dar essa vida nas mídias sociais, já que interagem com os fãs.

Já a responsável pela Lego afirma que o conteúdo das redes sociais precisa ser relevante, mas que o compartilhamento das opiniões e experiências on-line precisa ser trocado entre os consumidores.

Outra dica valiosa que Simone conta é o cuidado da Lego em oferecer experiências distintas para cada mercado, assim a empresa consegue criar vínculos sólidos com comunidades individuais.

Sabe o que ela consegue com isso? Mensurar com mais precisão o valor das experiências proporcionadas aos seus clientes. Fantástico né?

Dentro das lojas da Juventus as experiências vividas pelos torcedores são transformadas em dados que permite compreender o que o seu cliente faz e como as experiências afetam seu engajamento e comprometimento com o clube.

Notem que a experiência é uma necessidade que o cliente precisa viver e sim, dá para se medir, não apenas com as vendas diretamente, mas com o engajamento da marca dentro e fora das lojas físicas, incluindo as redes sociais.

BONS ENSINAMENTOS

Bons ensinamentos para o varejo do Brasil. Posso afirma, com toda certeza que, após a definição dos indicadores sucesso, as experiências dependem de investimento das marcas, dos formatos inovadores e das ideias pensadas fora da caixa para atrair e engajar cada vez mais seus clientes.

Você sabe qual experiência está gerando para o seu cliente??

E o poder que esta experiência provoca no consumidor?

Neste vídeo eu vou compartilhar o que algumas das grandes experiências proporcionam para seus clientes tanto em suas lojas físicas, quanto nas suas redes sociais. Quer uma dica??

Experiência é uma necessidade que o cliente precisa viver… quer saber como??? Dá um play no vídeo e descubra alguns dos muitos caminhos!!!

 

 

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

SIGA A PRI NAS REDES SOCIAIS